Fabrica de Luxos

Já pensou em ter uma fabrica de luxos e seu negocio em casa? milhares de mulheres estão mudando de vida com esse trabalho.

 

 Após a emoção do POSITIVO, tudo o que vemos em nossa frente são as encantadoras roupinhas e os lindíssimos acessórios para bebês. Parecem que eles surgem por toda parte. E fica muito difícil de não cair em tentação e sair logo comprando tuuudo! Um exagero aqui ou ali, até que faz parte! Mas com organização e um bom planejamento, você pode preparar um enxoval lindo, prático e econômico!

 

Para te ajudar nessa tarefa, listei aqui 7 deslizes clássicos para que você possa evitá-los:

1-   Estocar produtos

Aqui são dois pontos, primeiro, não dá para ter certeza da quantidade de produtos que você vai usar! Cada criança é uma criança e aquilo que você jurava que usaria muito, pode na prática não funcionar para seu bebê. Outro ponto é que muitas crianças podem nascer com alergia de certas substâncias ou componentes. Cuidado com o estoque de fraldas! Se seu filho apresentar alergia à determinada marca, você pode perder todo seu estoque…

Óleos, colônias e cremes devem ser evitados, principalmente nos primeiros meses. Esses cheirinhos são um capricho para a mamãe, os bebês não necessitam disso! Concorda?

Aos poucos você vai percebendo as reais necessidades de seu filho.

 

2-   Vestindo Principes e Princesas

Saias de tule, vestidos, camisas, coletes e todas as outras peças de roupa que deixam seu filho um charme. São lindas, mas nada úteis nos primeiros meses de vida. Nessa fase, até roupas com zíperes e colchetes vão dar certa aflição por parecerem estar incomodando o bebê, além do trabalho na hora de trocar a fralda. Pode acreditar, em três dias sua roupa preferida vai ser aquele body que era para usar por baixo do pijama. Por isso, não encha o armário com essas peças e reserve uma ou duas que você não resistiu para ocasiões especiais. Deixe para comprar roupas assim quando seu filho já estiver mais seguro dos movimentos.

 

3-    Frio ou calor?

As dicas que vemos por aí dizem que é necessário observar a estação do ano em que o bebê vai nascer e comprar as roupinhas de acordo com essa estação. Mas, não podemos esquecer que vivemos em um país onde a temperatura oscila muito! Meu primeiro filho nasceu em dezembro. Mas, no dia de seu nascimento chovia muito e estava frio!!! Temos que considerar também se a maternidade em que ele vai nascer possui ar condicionado.

 

4-   “Facilitadores” da amamentação

Existem muitos itens que dizem garantir o sucesso da amamentação. Porém, esse sucesso está longe de depender de conchas, bombinhas, pomadas…

Muito pelo contrario, alguns deles pode até atrapalhar!

A vontade de muitas mulheres em amamentar e os conhecidos casos de insucesso com a amamentação, que sempre no contam, acaba por gerar uma certa insegurança e por isso, fazemos o que está em nosso alcance no momento: comprar todos esses acessórios para nos sentirmos seguras.

Na verdade, para atingir um sucesso da amamentação você vai precisar de 3 coisas: um bom peito, um bebê para mamar e muita tranquilidade para saber o que fazer, na hora certa!

Muitos dos problemas com amamentação acontecem por desespero das mães, que se lançam a fazer qualquer coisa para dar certo, e nem sempre fazem o que é realmente necessário!

 

5-   Super carrinhos de passeio

Cuidado para não se encantar com supermodelos de carrinhos com superfunções que você jamais usará!

Cinto de segurança e bons freios é tudo que seu carrinho precisa ter!

Os carrinhos mais equipados são reais “trambolhos” e dá muito trabalho para sair com eles, principalmente quando você estará sozinha. Eu não conheço nenhuma mãe que comprou esse tipo de carrinho e não demorou muito trocou-o por um modelo quarda-chuva, muito mais prático para guardar e montar.

Considere o tamanho do porta malas do seu carro na hora da escolha do carrinho de passeio.

 

6-   Kits de berço

São muito lindos e aconchegantes!!!! Porém, nem um pouco seguros

Muitos e muitos pediatras recomendam o não uso do kit de berço pelo risco de sufocamento do bebê. Não vale à pena arriscar apenas para deixar o quarto de seu filho lindo!

 

7-   Coleção de sapatos

Quem resiste aqueles minitenis??? Não, seu bebê não vai precisar de sapato. Pelo menos não nos primeiros meses. Para falar a verdade, no começo, o calçado só serve mesmo para tirar foto. O recém-nascido fica muito no berço e os tênis com solas de borracha podem incomodar e além disso ele não param nos pezinhos dos bebês. Basta lembrar quantos bebês você já viu no carrinho passeando só com um dos sapatos. Deixe para se preocupar com isso somente quando seu filho começar a andar.

No próximo post vou te dar dicas para economizar no enxoval! Fique atenta!

Gostou deste conteúdo? Quer mais dicas como esta? Se estas dicas foram úteis para você, deixe se comentário abaixo.

E para que eu possa  formular conteúdos que façam realmente diferença em sua jornada como mãe, peço que você responda esta pergunta: Quais são seus maiores medos como mãe?

Compartilhe em suas redes sociais para que mais mamães possam aproveitar essas dicas.

Com carinho,

Andressa Bortolasso

Oi, Sou Karyne Otto e Quero te dar um Curso que te Ensinará a Fazer suas Primeiras Vendas!

Karyne Otto

Karyne Otto

Karyne Otto Empreendedora Digital a mais de 6 anos, conquistou por meio do Mercado de Afiliados 7 dígitos de faturamento atuando como afiliada e infoprodutora. Hoje seu propósito é ajudar o maior numero de pessoas a conquistarem sua independência financeira por meio do empreendedorismo.

Website: https://vivermelhoragora.com

9 Comentários

  1. Avatar

    Claudemir Cesar Batista

    Olá Karyne, tudo bem? Meu nome é Claudemir e eu tenho acompanhado seu trabalho a alguns dias desde que ví seus videos no youtube. Passei a assistir seus videos porque queria saber da opinião de algumas pessoas sobre o curso Fórmula Negócio Online. Mas uma grata surpresa que me deixou muito feliz foi saber que você é Adventista, pois eu tambem sou! Sabe, eu estou passando por uma crise financeira na minha vida e aqui onde moro, no interior de SP, numa cidade pequena, é dificil encontrar um emprego no qual eu possa ter o sábado livre. Karyne, eu comprei o curso Fórmula Negocio Online com o cartão de crédito da minha irmã e vou pagar em 12 x. Eu to muito angustiado e fico me perguntando, Senhor, será que pode dar certo pra mim? Minha irmã em Cristo, me diga, depois que voce passou a aplicar tudo que aprendeu no curso, a partir de quando as coisas começaram a acontecer? Desculpe pelo desabafo, estou muito ansioso ultimamente!!! Um forte abraço!!! Que Deus continue abençoando voce e sua familia!!!! Obrigado!

    • Karyne Otto

      Karyne Otto

      OI Claudemir, entendo sua angústia e ansiedade, mas tenha um pouco de paciência e perseverança, ficar muito ansioso não ajuda em nada. Use suas energias para estudar e focar no seu novo negócio, vc está com todas as ferramentas em mãos pq comprou o curso certo.
      COnfie em Deus pq sabemos que Ele pode sempre fazer o melhor por nós!
      Eu estava estudando o mercado há 9 meses quando comprei o curso fórmula negócio online, mas decidi começar do zero quando comprei o curso, abandonei meu blog antigo e me dedico inteiramente a esse blog agora. COm um mês que adquiri o curso fiz minha primeira venda e foi assim até hoje. Mas isso é muito relativo, dependo do tanto que vc estuda e trabalha por dia, depende de como vc está aplicando as técnicas do curso. Mas o segredo é persistência pq quando estava quase pensando em desistir que as coisas começaram a melhorar pra mim.
      Torço por vc! Um forte abraço.

      • Avatar

        Claudemir Cesar Batista

        Obrigado Karyne!!! Suas palavras me deram mais confiança. Eu percebo a cada video aula o quanto esse curso é sério e como é importante seguir passo a passo. Se Deus quiser muita coisa legal está para acontecer!!! Fica com Deus! Um forte abraço a todos aí!

  2. Avatar

    cesar olimpio

    Boa tarde, Karyne!
    Veja o meu caso:
    Nasci com uma deficiência na coluna vertebral (escoliose, hoje devido ao não tratamento, esta deficiência denomina-se “cifoescoliose”) digamos que é um quadro mais grave da deficiência.
    Pois bem, a partir, dos meus 16 anos, comecei a perceber que eu era e sou deficiente físico, e por que eu percebi isto, já com esta idade.
    Simples, eu até então, me conciderava feliz, era uma criança que não via esta situação em minha vida.
    Meus pais tentaram até onde podiam, mas não foi possível, uma por causa de alguns problemas familiares e outro porque eu vim saber, através de uma médica especialista que se eu tivesse feito a cirúrgia corretiva da coluna, hoje eu estaria bem. Por sinal, ela trabalhou na época em que eu fazia o tratamento no Hospital das Clínicas, de SP, só que ela pertencia a um outro grupo de médicos que também tratavam de pessoas com deficiência na coluna.
    E o pior de tudo é que ela disse que conhecia o meu médico da época, e disse também que ele era muito rígido. Ela disse que era difícil ele fazer ou autorizar alguém de sua equipe a fazer a tal cirúrgia, até mesmo porque ele era o chefe de sua equipe.
    Pois bem, hoje passados alguns anos, venho sofrendo com a minha deficiência, são muitas dores e até mesmo deboches de algumas pessoas.
    Com tudo isso, vivo desde os meus dezesseis anos, com depressão e a cerca de uns 8 anos, com síndrome do pânico.
    E para piorar a situação, minha mãe sofreu durante quase 20 anos com mal de parkinson, e infelizmente, hoje ela já não está aqui mais entre nós.
    Eu vivia e vivo em depressão, porém, nos momentos difíceis da vida dela, eu acabei que tentanto esconder os meus problemas para poder auxili-la.
    Ela era a minha amiga, minha confidente, a força que DEUS, pôs no meu caminho para poder enfrentar, até então, não mais o meu problema, mas sim cuidar em ajudá-la nas suas limitações.
    Ela foi embora, agora apesar de ter meus irmãos, cada um vivendo suas vidas de casados ou solteiros, me encontro só.
    Eu acredito em DEUS, estou afastado da igreja, não tenho mais forças, ânimo e coragem para enfrentar este mundo que por sinal, não tenho nenhum prazer nele.
    Como você conseguiu superar a depressão e síndrome do pânico?
    Faço esta pergunta, porque já estou há quase 10 anos tomando medicamentos para poder me sentir “bem”.
    Olha, foi com lágrimas nos olhos que eu consegui desabafar um pouco da minha história com alguém, o que daria um livro se eu fosse contar tudo detalhadamente.
    Que DEUS te abençoe, abençoe também sua Família e até breve.

    • Karyne Otto

      Karyne Otto

      Oi Cesar, realmente sua história e comovente e me deixou emocionada, me sinto privilegiada de te conhecer e saber que posso tentar ajudar de alguma forma.
      Na verdade eu luto contra depressão todos os dias, eu tomo medicamentos hoje e faço acompanhamento com psiquiatra, meu tratamento acaba no fim do ano, pois estou muito melhor, não tenho mais crises de síndrome do pânico a tempos, mas a depressão é o mais difícil, tem dias que são mais fáceis outros nem tanto, mas hoje me sinto 80% curada. O acompanhamento com médico e os medicamentos representam 50% da minha melhora. mas o ponto crucial foi quando eu decidi ir em frente mesmo sem sentindo vontade de desistir de tudo eu preferi lutar pelos meus sonhos. Minha família fez e faz grande diferença em minha vida e eles são meu alicerce hoje consigo me virar bem sozinha, mas quando estamos no fundo do poço precisamos de alguém pra nos puxar. O meu trabalho com internet foi um grande e um dos principais motivos de eu melhorar, pois minha auto-estima aumentou, minhas esperanças foram crescendo e eu fui enxergando possibilidades de vencer. Te digo com toda certeza que agora o mais importante pra vc é tentar esquecer um pouco o passado e viver o presente, aprender a se conhecer e buscar o que te faz feliz de verdade, pode ser uma coisa simples mas vá encontrando aos poucos sua motivação. Porque apesar de sua querida mãe infelizmente ter partido vc continua aqui VIVO, está passando por problemas, mas tudo isso pode ser passageiro se vc buscar a sua felicidade no hoje no agora. Antes de escrever essas palavras eu pedi a Deus orientação e vou continuar pedindo pra que Ele cuide de vc. Precisando pode me mandar um email contato@vivermelhoragora.com Um abraço

  3. Avatar

    Jean Patrick B. Magnenat

    Oi Karine, boa tarde,

    Eu sou brasileiro, filho de suiço e de brasileira, sou casado e atualmente moro na Suiça. Faz umas duas semanas que venho assistindo videos do Top Afiliado e O Formula Negócios Online com muito intereis. Só que como vivo no exterior minha dúvida é se posso me lançar, será que preciso um endereço no Brasil?

    Um abraço

    Jean Patrick

    • OI Jean, sem problemas pra quem mora no exterior, conheço pessoas em Portugal, Angola, EUA que compraram o curso e estão se dando muito bem com as vendas pelo hotmart aqui no Brasil, com a internet não temos fronteiras!

  4. Avatar

    Tatiane

    Oi Karyne, estou amando te acompanhar!!! Parabéns!!! Obrigada por compartilhar conosco suas experiencias e com tanta sinceridade!!!! Deus a abençoe!!! Sucesso!!!!

  5. Avatar

    ione maffei

    Que linda!!
    Vc. é abençoada!! Exemplo para muitos…
    abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.